TOP10 dos Sites Mais Acessados Através do Squid

Estou adicionando ao nosso sistema de monitoramento mais uma opção, que é a listagem dos 10 sites mais acessados nos Centros Digitais de Cidadania.

Primeiramente você deve ter toda a estrutura do proxy em funcionamento (Squid + Iptables ou Squid + Firefox configurado pra sair pelo proxy). Em seguida execute o comando em Shell Script abaixo:

# cat /var/log/squid/access.log | egrep -i -v “(\.jpg|\.gif|\.png|\.swf|\.jpeg|\.js|\.css|\.ico|\?)” | awk ‘{print $7}’ | sort | cut -d’/’ -f 1,2,3 | uniq -c | sort -rn | head -10

Ao final do comando será apresentada a quantidade de acessos ao site juntamente com seu endereço, o resultado será parecido com este:

1338 http://downloads.berimbau.ba.gov.br
101 http://safebrowsing-cache.google.com
22 http://www.secti.ba.gov.br
20 http://mirrors.adnettelecom.ro
12 http://www.bahianoticias.com.br
12 http://vida.berimbau.ba.gov.br
7 http://www.atalibaneto.com.br
7 https://atalibaneto.wordpress.com
6 http://www.cidadaniadigital.ba.gov.br
3 http://platform.twitter.com

Feito!

O que esse comando faz?

1. Primeiro vamos varrer todo o log aonde fica armazenado os sites acessados pelos usuários.

# cat /var/log/squid/access.log

2. Em seguida vou filtrar as conexões excluindo os sites que não me interessa como; imagens, ícones, java, flash e etc. Só quero o site principal que o usuário acessou. (você pode aprimorar essa limpeza adicionando mais opções ao filtro)

egrep -i -v “(\.jpg|\.gif|\.png|\.swf|\.jpeg|\.js|\.css|\.ico|\?)”

3. Seleciono o endereço dos sites que estão na 7ª coluna e organizo os sites em ordem alfabética.

awk ‘{print $7}’ | sort

4. Pego apenas o endereço principal dos sites, para isso vou pegar tudo que existir até a 3ª /. Por exemplo se aparecer assim http://www.atalibaneto.com.br/asdhkshkashd___34734 será mostrado http://www.atalibaneto.com.br

cut -d’/’ -f 1,2,3

5. Realizo a contagem de sites repetidos e organizo em ordem decrescente .

uniq -c | sort -rn

6. Listo apenas os 10 primeiros sites acessados, se você quiser visualizar todos, remova o comando abaixo. Se deseja alterar a quantidade de sites apresentado na lista, altere o número 10 para o valor que desejar.

head -10

Os testes foram realizados no Debian Lenny e Squid versão 2.7.STABLE3-4.1lenny1.

Existe uma ferramenta chamada Sarg que cria diversos relatórios através do log do Squid, inclusive o TOP10. Não usei o Sarg porque preciso dessa lista em modo texto e o Sarg gera relatórios em HTML dentre outros motivos. Além do mais Shell Script é Shell Script, simples e eficiente. :)

Até breve!

Anúncios

Problemas com o Dbus

1 – Identificando o Problema

Quando você logar no GDM e o Gnome não aparecer, faça o seguinte:

1 – Abra um terminal, pode ser usando as teclas CTRL+ALT+F1
2 – Acesse com seu usuário e senha, a mesma que está travando.
3 – Digite o comando: top

Vai aparecer a imagem abaixo.

4 – Agora você vai ler a mensagem de erro da sua sessão acessando o arquivo /home/seuusuario/.xsession-errors

Deve aparecer a mensagem :

(gnome-settings-daemon:13697): GVFS-RemoteVolumeMonitor-WARNING **: invoking List() failed for type GProxyVolumeMonitorGdu: org.freedesktop.DBus.Error.NoReply: Message did not receive a reply (timeout by message bus)

(gnome-settings-daemon:13697): GVFS-RemoteVolumeMonitor-WARNING **: New owner :1.23 for volume monitor org.gtk.Private.GduVolumeMonitor connected to the bus; seeding drives/volumes/mounts

(gnome-settings-daemon:13697): GVFS-RemoteVolumeMonitor-WARNING **: invoking List() failed for type GProxyVolumeMonitorGdu: org.freedesktop.DBus.Error.NoReply: Message did not receive a reply (timeout by message bus)

(gnome-panel:13702): GVFS-RemoteVolumeMonitor-WARNING **: invoking List() failed for type GProxyVolumeMonitorGdu: org.freedesktop.DBus.Error.NoReply: Message did not receive a reply (timeout by message bus)

Se os processos dbus-daemon e udisk-daemon estiverem consumindo processamento e aparecer a mensagem acima no log, utilize essa solução de contorno.

2 – Solução de Contorno

Remova o pacote gnome-disk-utility

# aptitude remove gnome-disk-utility

Resolvido!

O Planeta Movido a Internet é Escravo da Tecnologia

Repente de Os Notatos – O Planeta Movido a Internet é Escravo da Tecnologia

O visor como tela de TV,
O teclado acessível como book
Pra maiúsculo ou minúsculo é Caps “Look”
Pra mandar imprimir é Control P
Com o micro” Sansung e LG e os programas que a Apple financia
A indústria da datilografia nunca mais vai fazer máquina Olivetti
E o planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Quem se pluga em milésimo de segundo
E se conecta ao portal e seus asseclas
Basta apenas tocar numa das teclas que o visor nos transporta a outros mundos
Desde a terra dos solos mais fecundos
Ao espaço onde o vácuo se inicia
Quem formata depois cola, copia e prende o mundo na grade de um disquete
O planeta movido a internet é escravo da tecnologia

A indústria se auto-destruindo
Descartou o compacto e LP
Veio o surto da febre do CD e DVD mal chegou e já está saindo
MD não há mais ninguém pedindo
Nu”a DAT gravar ninguém confia
Fita BASF tem pouca serventia e ninguém quer mais nem ver videocassete
E o planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Brasil SAT é mais uma criação que nos nossos vizinhos deu insônia
O Sivam espiona a Amazônia evitando que haja outro espião
É por via satélite a transmissão que não tem transmissão por outra via
Uma antena seqüestra a sintonia pra DirecTV, Sky e Net
O planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Transatlânticos no mar fazem cruzeiros
E pelos micros das multinacionais
Hoje tem conferências virtuais com os executivos estrangeiros
O email é correio sem carteiros, tanto guarda mensagem como envia
Os robôs usam chip e bateria e videogame é brinquedo de pivete
E o planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Cibernética na prática e no papel deixa os seres online e ganham IBOPE
Com Word tem Palm e laptop e ainda mais PowerPoint e Excel
É possível quem mora em Israel pelo Messenger teclar com a Bahia
Se os autômatos ganharem rebeldia tenho medo que a máquina nos delete
O planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Pra prever terremotos e tufões os sismógrafos têm números numa escala
E o trem-bala é veloz como uma bala numa linha arrastando dez vagões
No Japão e na China as construções já suportam tremor e ventania
Torre, ponte, edifício, rodovia são perfeitos do jeito da maquete
E o planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Nosso pouso na lua foi suave, um robô foi a Marte e se deu bem
Estão querendo ir ao Sol, mas o Sol tem de calor um problema muito grave
Mas a NASA não tem espaçonave que suporte essa carga de energia,
Se for feita de fibra, se desfia, e de alumínio o monstrengo se derrete
O planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Motorola trocou técnica e conselho, Nokia e Siemens galgaram patamares
Já estão fora de moda os celulares que têm câmera e visor infravermelho
Reduzindo o tamanho de aparelho, a Pantech fez mais do que devia
Que a memória de um chip não podia ser mais grossa que a lâmina de um Gillete
E o planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Hoje a Bombardier não fere as leis e a Embraer mãe de Sênecas e Tucanos
Invísivel aos radares há dois anos, já existe avião que a Sukhoi fez
É da Nasa o XA-43 que voando tem mais autonomia
Um piloto automático opera e guia o Airbus e o 747
O planeta movido a internet é escravo da tecnologia

Site Oficial: Os Nonatos

Pra baixar o MP3: Os Notatos – O Planeta Movido a Internet é Escravo da Tecnologia

Alterar Endereço MAC da Placa de Rede no GNU/Linux

Toda placa de rede possui um número de identificação chamado de endereço MAC. Na lógica não deveria existir duas placas de rede com o mesmo endereço, porque muitas redes autorizam/bloqueiam acessos através do endereço MAC e não por IP. Então qual a vantagem de alterar seu MAC? acho que já respondi… *rs

Como alterar?

O exemplo altera a placa de rede eth0 e para executar os comandos abaixo você precisa de acesso root:

# ifconfig eth0 down
# ifconfig eth0 hw ether 00:11:22:33:44:55
# ifconfig eth0 up

Pronto!

Se divirta com seu novo endereço :)

Saiba mais sobre endereço MAC.

Novo Computador + Pontuação Windows 7

Há anos que estava com um computador meiaboca pra uso doméstico e jogar Counter Strike. Resolvi montar uma máquina pra jogar os jogos atuais e não gastar muito. Acabei pegando um computador na promoção no site da Shoptime e por fora comprei a placa de vídeo e a fonte de alimentação.  Tá sucesso!!! Jogo todos os jogos na qualidade máxima (Cod4+Left4Dead+Need Undercover+Battefield 2+Doom3+Test Drive Unlimited+Pes2009 e etc…), exceto Crysis que é um jogo filho da puta de pesado…  O cartão de crédito está estourado, mas estou realizado. *rs

Placa-mãe: Foxconn A6VMX
Fonte: OCZ 500W
Processador: Phenom X4 9500 2.2GHz – Quad Core (Overclock para 2.4GHz)
Memória: 4Gb DDR2 (2x 2Gb Kingstone)
HD: 500Gb Samsung
Placa de vídeo: Nvidia GeForce GTS 250 512Mb 256bits DDR3
Monitor: AOC 22″ HDMI
Mouse: Microsoft 1.1
Teclado: Microsoft Wired 600
Fone: SteelSeries 4H
Placa de som: SteelSeries Siberia USB 7.1
Pad: SteelSeries QcK Mini

Imagem da pontuação do computador realizada pelo Windows 7:

Pontuação Win 7

Espero que eu consiga ficar pelo menos uns 2 anos sem mexer nesse computador. Será?

Computador aprovado pelo mano do gueto!!!

Aprovado

Deslogar v2.0

Esse é meu primeiro post e vou mostrar uma nova ferramenta que estou criando para ser utilizada no Berimbau Linux

Na verdade já utilizamos um chamado de killprocess (em breve no sourceForge) criado pela nossa equipe, mas resolvi criar uma nova por causa da sua manutenção e simplicidade no código.

O quê o Deslogar v2.0 faz:

  1. Lista todos os usuários que estão logados no sistema. No nosso caso, serão mostradas apenas os usuários das estações LTSP.
  2. Permite selecionar vários usuários e deslogá-los

Dependência de pacotes:

  1. Zenity
  2. Slay

Utilizei Shell Script + Zenity e a tela é essa aí:

Deslogar v2.0

O seu código original é esse:

#!/bin/bash

## Ferramenta criada pela Equipe de Desenvolvimento – PISD – Programa de Inclusao Socio-Digital do Estado da Bahia.
## Desloga os usuarios das estações LTSP
## Arquivo criado em 13/11/2007

##
# Pegando valor do ID
ID=$(cat /etc/idconf)

if [ -z $ID ]; then
# Se nao encontrar ID aparece essa mensagem de erro.
zenity –error –title “ERRO” –text “ID não encontrado, por isso o programa não será executado.\nEntre em contato com a Central de Atendimentos.”
else
DESLOGAR=$(zenity –list –multiple –print-column=2 –width=400 –height=400 –title “Deslogar v2.0” –text “Selecione o(s) usuario(s) que deseja deslogar:” –column “Estacao” $(w -h | grep ${ID}E | egrep -v ‘(pts|admin|admintec|root)’ | awk ‘{print $3″ “$1}’ | sort -n) –column “Usuario”)

if [ ! -z $DESLOGAR ]; then
slay $(echo $DESLOGAR | tr ‘|’ ” “)
fi
fi

Pode selecionar um, vários ou todos os usuários:

Deslogar v2.0

Lembrando que pra utilizar o Deslogar v2.0 é preciso ter privilégio de root ;)

Mas pra quem usa LTSP e deseja utilizar essa ferramenta, pode utilizar esse código:

#!/bin/bash

## Ferramenta criada por Ataliba Neto – ataliba”ARROBA”atalibaneto.com.br
## Desloga os usuarios conectados no sistema
## Depende dos pacotes: Zenity e Slay
## Arquivo criado em Wed, 14 Nov 2007 15:43:35 -0300

DESLOGAR=$(zenity –list –multiple –print-column=2 –width=400 –height=400 –title “Deslogar v2.0” –text “Selecione o(s) usuario(s) que deseja deslogar:” –column “Estacao” $(w -h | awk ‘{print $3″ “$1}’ | sort -n) –column “Usuario”)

if [ ! -z $DESLOGAR ]; then
slay $(echo $DESLOGAR | tr ‘|’ ” “)

fi

Só que esse código não é 100% funcional, pois utilizei o comando ‘w’ do Linux para listar os usuários, e esse comando possui uma problema. Ele só lista os oito primeiros caracteres dos usuários, ou seja, se o usuário for ‘atalibaneto’ ele só vai listar ‘ataliban’ e o Deslogar v2.0 não vai funcionar. Pra isso vou usar o comando ‘finger’ que lista o nome do usuário completo, mas ainda não terminei.

Por enquanto é só ;)